Rádio Bandeirantes - RJ
BAND WEB RÁDIO

Medicina Integrativa

18 JUL 2020
18 de Julho de 2020

A Medicina Integrativa é uma abordagem médica que enfatiza a necessidade de acolher o paciente como um todo em seus aspectos: físico, mental, emocional e espiritual. Valoriza a interdisciplinaridade e democracia ao tratamento do paciente. Pratica o cuidado, escuta, toque, humanização e valores de vida.

Busca estabelecer uma relação médico-paciente de confiança onde juntos, através de um acordo, irão definir o plano terapêutico necessário e que faça sentido para o momento atual de vida do paciente.

Propõe uma integração da medicina convencional (alopatia) com as medicinas tradicionais (Medicina Tradicional Chinesa, Ayurveda , Homeopatia) e as Terapias Integrativas (Yoga, meditação, pilates, aromaterapia, florais de bach, óleos essenciais, fitoterapia, musicoterapia, arteterapia, psicoterapia, naturopatia, osteopatia, dança , e outras práticas estabelecidas e reconhecidas listadas abaixo (PNPIC):

A Política Nacional de Práticas Integrativas e Complementares (PNPIC) foi criada no Brasil em 2006, após aprovação unânime pelo Conselho Nacional de Saúde. Seu o objetivo é implementar terapias integrativas em evidências na rede de saúde pública do Brasil, através do Sistema Único de Saúde (SUS). A princípio contava com apenas 5 procedimentos. Mas em 2017 foram implementados 14 tipos de procedimentos. Em 2018 houve uma nova expansão do programa, quando foram incluídos 10 novos procedimentos.

O Sistema Único de Saúde do Brasil oferece os seguintes 29 tratamentos integrativos:.
.
???? Acupuntura.
???? Antroposofia.
???? Apiterapia.
???? Aromaterapia.
???? Arteterapia.
???? Ayurveda.
???? Biodança.
???? Bioenergética.
???? Constelação familiar.
???? Cromoterapia.
???? Dança circular.
???? Fitoterapia.
???? Florais.
???? Geoterapia.
???? Hipnoterapia.
???? Homeopatia.
???? Imposição de mãos.
???? Ioga.
???? Meditação.
???? Musicoterapia.
???? Naturopatia.
???? Osteopatia.
???? Ozonoterapia.
???? Quiropraxia.
???? Reflexoterapia.
???? Reiki.
???? Shantala.
???? Terapia Comunitária Integrativa.
???? Termalismo.

"Modelo de saúde que propõe a combinação das medicinas convencional, tradicional e complementar, sem hegemonia entre elas.
A medicina integrativa adota as diferentes abordagens de cuidado considerando as necessidades do usuário, as possibilidades de oferta, bem como segurança, eficácia e efetividade das práticas terapêuticas. Tem como princípios a relação terapêutica, a abordagem do sujeito como um todo e sua participação no tratamento, com ênfase na prevenção de doenças e na promoção de saúde. Nesse modelo, as diferentes medicinas têm a mesma importância e são utilizadas conforme a necessidade em cada caso". (Política Nacional de Praticas Integrativas e Complementares no SUS).

A Consulta Integrativa:

A consulta em Medicina Integrativa busca através de uma entrevista médico-paciente (anamnese) conhecer o indivíduo desde o seu nascimento até o momento atual.

Abordamos sete pilares essenciais para manutenção da saúde física, mental, emocional e espiritual seguido de um exame físico completo, avaliação dos sinais vitais, solicitação de exames complementares (quando necessário) e proposta terapêutica. 

 

Os SETE PILARES integrativos da saúde:

1. AUTO CUIDADO: HIGIENE DO CORPO E DA MENTE / CUIDADOS COM O CORPO E A MENTE / LIMITES DO CORPO E DA MENTE / ESTÉTICA / LIMITES NAS RELAÇÕES: FAMÍLIA - AMIGOS - TRABALHO – SOCIEDADE /  HIDRATAÇÃO / ALIMENTAÇÃO / TEMPO PARA SI MESMO / HOBBY / RESPIRAR / ALONGAR / POSTURA / ESCOLHAS

2. ALIMENTAÇÃO: HIDRATAÇÃO / ALIMENTAÇÃO EQUILIBRADA E DIVERSIFICADA / NUTRIÇÃO INTEGRATIVA / SUPLEMENTOS SE NECESSÁRIO / EVITAR ALIMENTOS TÓXICOS

3. ATIVIDADE FÍSICA X EXERCÍCIOS FÍSICOS: TAREFAS DE CASA E TRABALHO / EXERCÍCIOS 150 MIN NA SEMANA / ALONGAMENTO / PILATES / ESPORTE / YOGA

4. GESTÃO DO ESTRESSE: ORGANIZAÇÃO ROTINA: DIÁRIA / SEMANAL / MENSAL - METAS/ GESTÃO DA VIDA / GESTÃO FINANCEIRA / GESTÃO DA SAÚDE / RESILIÊNCIA

5. SONO: HIGIENE DO SONO / 8h por dia (mínimo 6h) / AMBIENTE TRANQUILO E ESCURO / DESLIGAR APARELHOS ELETRÔNICOS / MEDITAR E/OU ORAR ANTES DE DEITAR

6. RELACIONAMENTOS: FAMÍLIA / AMIGOS / TRABALHO / SOCIEDADE

7. ESPIRITUALIDADE: MEDITAÇÃO / ORAÇÃO / TECNICAS MENTE-CORPO / FÉ / PRATICAR RELIGIÃO DE INTERESSE PESSOAL SE NECESSÁRIO

 

“A medicina Integrativa parte da história de vida do paciente, de seus hábitos e da análise meticulosa de sua saúde adotando uma abordagem integrativa e propondo um plano mais adequado sempre tomando por base uma visão ampla de saúde e cura”. (Livro: Medicina Integrativa a cura pelo equilíbrio – Paulo de Tarso Lima)
 

"A medicina integrativa está ganhando maior aceitação em todo o mundo ocidental devido sua abordagem que valoriza os avanços da medicina moderna, mas ao mesmo tempo respeita a longa história da medicina complementar e dos sistemas médicos orientais. O novo modelo une o que há de melhor em ambas, sempre com evidências científicas”. (Medicina Integrativa: a cura pelo equilíbrio - Paulo de Tarso Lima).

 

 

“Essa abordagem realça que não é somente o médico quem fornece a cura, destacando também a participação ativa do paciente por meio de medidas simples tais como: autocuidado, alimentação, atividades, terapias, exercícios físicos, práticas mente-corpo, gestão do estresse e outras atitudes para a maximização de sua saúde". (Medicina Integrativa: a cura pelo equilíbrio - Paulo de Tarso Lima).

O atual panorama mundial da saúde demanda novas áreas voltadas não apenas para o diagnóstico e o tratamento de doenças, mas amplia o conceito de saúde com foco no bem estar físico, emocional e espiritual. Com essa visão, a efetiva promoção de saúde e bem estar requer uma intervenção interdisciplinar e a oferta de práticas e cuidados informados em evidências inovadoras e atualizadas”. (Bases de saúde integrativa e bem estar – Hospital Albert Einstein)

“A medicina integrativa reafirma a importância da relação entre paciente e profissional da saúde; é focada na pessoa em seu todo; é informada por evidências e faz uso de todas as abordagens terapêuticas e estilo de vida adequados, profissionais e disciplinas para obter o melhor da saúde e da cura, encorajando a participação ativa do paciente em todo processo”.(Academic Consortium for Integrative Medicine & Health).

 

Sobre Raphael Fernandes


Raphael Fernandes, nascido em 1989 graduado em 2017 pela

Unigranrio – Rio de Janeiro  
Iniciou os estudos na Medicina Integrativa em 2012 na busca de melhor compreensão da sua saúde pessoal em paralelo com a prática meditativa.
Pós graduando em Bases de Saúde Integrativa e Bem-Estar no Instituto Albert Einstein – São Paulo.

 

Voltar